Tempo de Política

Tempo de Política
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

Muita gente refere-se ao período eleitoral como “tempo de política”, porque é o tempo das eleições, isto é, das escolhas de quem exercerá o Poder Executivo (Presidência da República e Governo dos Estados) e o Poder Legislativo (Senado, Câmara e Assembleias Legislativas). É um momento importante, mas é apenas o segundo tempo da política. Antes dele vem o primeiro tempo,…

Continuar lendo Tempo de Política

A situação brasileira em breves tópicos de fácil entendimento

A situação brasileira em breves tópicos de fácil entendimento
fonte: diplomatique.org.br

É preciso garantir que o Estado tenha dinheiro suficiente para pagamento dos juros. Isso poderia ser feito aumentando os impostos dos mais ricos. Mas, como fazer isso se são os mais ricos que controlam os Governos eleitos ou os empurrados goela abaixo sem votos? No mundo há pessoas muito ricas (donos e acionistas principais das grandes corporações transnacionais industriais ou…

Continuar lendo A situação brasileira em breves tópicos de fácil entendimento

A conjuntura atual em nove pontos

A conjuntura atual em nove pontos
Roberto Malvezzi

por Roberto Malvezzi (Gogó). Prisão de Lula. Do ponto de vista físico Lula está preso, os golpistas alcançaram seu objetivo. Do ponto de vista simbólico Lula já ganhou. A foto que roda o mundo nos braços do povo é imortal. Longa prisão. O desejo da direita é que Lula fique preso por muito tempo, vão ajuntar outros processos, outros decretos…

Continuar lendo A conjuntura atual em nove pontos

Análise de conjuntura

Análise de conjuntura
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

por Pedro A. Ribeiro de Oliveira [1] Juiz de Fora, 7 de março de 2018 Apresentação Procurei neste texto abrir o horizonte temporal e espacial antes de chegar à análise da atualidade brasileira, com destaque para o golpe de 2016 e seu aprofundamento atual. São 5 seções: (1) a incidência da espécie humana na Terra, (2) o sistema-mundo e sua…

Continuar lendo Análise de conjuntura

O Golpe de Estado no Brasil e as Ruínas da República

A nova edição de Contextus apresenta a palestra proferida pelo professor Maurício Abdalla no 4º Encontro Arquidiocesano de Fé e Política, ocorrido no dia 25 de novembro de 2017, na PUC Minas, em Belo Horizonte. Trata-se de uma reflexão sobre a conjuntura nacional e as perspectivas políticas do Brasil. O palestrante, Maurício Abdalla, é filósofo e doutor em Educação pela…

Continuar lendo O Golpe de Estado no Brasil e as Ruínas da República

A Sobrevivência de uma Nação

A Sobrevivência de uma Nação
Selvino Heck Deputado estadual constituinte do Rio Grande do Sul (1987-1990)

Por Selvino Heck* “Nunca conseguiremos combater o desemprego só aumentando direitos. Vou ter que admitir que, para garantia do emprego, tenho que reduzir um pouquinho, flexibilizar os direitos sociais.” Não, esta declaração não é um de feitor ou dono de escravos do século XIX. Tampouco de um patrão das primeiras décadas do século XX, pré CLT, nem de um empresário…

Continuar lendo A Sobrevivência de uma Nação

Um novo paradigma para análise de conjuntura

por Pedro A. Ribeiro de Oliveira Apresentação A percepção da espécie humana como força capaz de impactar significativamente a superfície da Terra e seus processos vitais levou importantes cientistas a propor a hipótese do antropoceno. Embora não haja consenso sobre ela, nem sobre o início dessa era geológica, assumo como ponto de partida que em meados do século 20 a…

Continuar lendo Um novo paradigma para análise de conjuntura

Ditadura: nunca mais

A recente declaração de um general afirmando a possibilidade de intervenção militar no país é um fato extremamente grave, que é preciso repudiar. As Forças Armadas são uma instituição pública, a serviço dos cidadãos e cidadãs, com atribuição de defesa da nação e de suas fronteiras; não têm autonomia para intervir na política e determinar os rumos do país. Somente…

Continuar lendo Ditadura: nunca mais

Capitalismo e Política II: Limites da democracia

Capitalismo e Política II: Limites da democracia
Arte: Dhamer

O verdadeiro bastidor da política é a economia e não os corredores do Congresso Nacional, os jantares entre políticos, as relações entre representantes dos três poderes e entre estes e outras figuras da sociedade, as articulações e alianças partidárias, etc. Tudo isso serve bem como objeto para comentaristas de política das grandes empresas de mídia, que acabam fazendo uma espécie…

Continuar lendo Capitalismo e Política II: Limites da democracia

Capitalismo e Política (primeira parte): A corrupção

Capitalismo e Política (primeira parte): A corrupção
Arte: Claudius

Nas democracias burguesas a instituição da representação adquiriu um fim em si mesma. Ao invés de se escolher representantes para servirem como meio para o exercício do poder de toda a sociedade, a democracia se diluiu na escolha de representantes , não são os cidadãos que exercem a soberania, mas uma aristocracia com o nome de democracia. Nesse modelo de…

Continuar lendo Capitalismo e Política (primeira parte): A corrupção