Fé e Política: Eleição 2022 e a ilusão da neutralidade

You are currently viewing Fé e Política: Eleição 2022 e a ilusão da neutralidade
Poema: “NEUTRO D+”
 
Por: Pe. Gegê Natalino*
 
Se o viver é decisão
( vida ou morte / luz ou trevas / justo ou injusto/guerra ou paz)
Ser neutro é ilusão demais
Tudo na vida é política!
Pega a visão meu rapaz
Sempre temos que escolher Entre Deus ou o dinheiro
Liberdade ou cativeiro
Entre Cristo ou Barrabás
Pátria amada ou pátria armada
Que Brasil te satisfaz?
Quem lava as mãos é Pilatos
Na hora “H” sempre trai
Seja bispo, padre ou diácono;
leigo ou obreiro, tanto faz.
Tem gente que vê vantagem ser do tipo
vai não vai
Nunca sai detrás da moita
E julga aquele que faz
Nunca dá sua cara a tapa
Só age quando lhe apraz
(Seja na vida concreta ou nas redes sociais)
Vive sempre camuflado
Serve a Deus e ao diabo
Pra essa gente tanto faz
Tem duas velas na mão
(Olha pra Deus e pro cão)
Acende pra quem dá mais
Quem fica em cima do muro
Mais cedo ou mais tarde cai
É um mal-aventurado
Quem se diz neutro demais
Já tem a alma e corpo
Conta bancária e o bolso
No fogo de satanás!
*******
Diz o Papa Francisco:
“Envolver-se na política é uma obrigação para o cristão. Nós não podemos fazer como Pilatos. Não podemos!”.
É hora de participar. É hora de decidir! A propósito, de que lado você está? Qual é a sua posição? O poeta Dante Alighiere adverte na célebre obra “A Divina Comédia”:
“No inferno os lugares mais quentes serão reservados àqueles que escolheram a neutralidade em tempo de crise”.
 
*Pe. Gegê é Pároco da Paróquia Sta. Bernadete, Membro do grupo Fé e Politica Pe. João Cribbin, escritor.