Marielle Franco: Quando as balas chegam atrasadas

Há uma semana, uma mulher negra, nascida e criada na favela da Maré, no Rio de Janeiro, defensora dos Direitos Humanos e dos direitos dos oprimidos e excluídos, revoluciona o país – por Maria Clara Lucchetti Bingemer