Nos caminhos da Sinodalidade

Nos caminhos da Sinodalidade
Dom Adriano Ciocca Vasino e Dom Pedro Casaldáliga (Imagem: Pragmatismo Político)

O Sínodo sobre a Amazônia foi o fato mais importante para a Igreja católica neste ano: tanto na etapa preparatória quanto durante sua realização o mundo foi estimulado a olhar a Amazônia como a realidade que mais interpela o Mundo neste século 21. Ali está sendo decidido o nosso destino, porque a Humanidade enfrentará uma verdadeira catástrofe se perdermos o…

Continuar lendo

No meio da noite escura, confiantes na Ressurreição

No meio da noite escura, confiantes na Ressurreição
Pedro Ribeiro - A Amazônia

Uma visão da atual conjuntura política por Pedro Ribeiro. Introdução Há um ano apresentei num evento de Fé e Política uma análise de conjuntura que foi criticada por ter sugerido que, após nossa derrota pelo golpe de 2016 consumado na eleição de Bolsonaro, era o momento de “fingir-se de morto e evitar confrontos, a menos que possamos sair vitoriosos”. Lembro…

Continuar lendo

Amazônia: alvo estratégico do capitalismo

Amazônia: alvo estratégico do capitalismo
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

Os incêndios florestais do mês de agosto representaram um sinal de alarme: a principal reserva ecológica da Terra sendo consumida pelas bordas, sem que o governo brasileiro tomasse providências. por Pedro A. Ribeiro de Oliveira. Declarações estapafúrdias do Presidente da República deixam transparecer que esse desastre não é fruto de descaso com a Amazônia e seus povos, mas um evento…

Continuar lendo

Bem Viver – Sinal dos nossos tempos

Bem Viver – Sinal dos nossos tempos
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

Hoje, talvez mais do que nunca, é imperioso saber interpretar os sinais dos tempos, como mandou Jesus (Lc 12, 54-56). por Pedro A. Ribeiro de Oliveira. No momento em que o governo brasileiro incentiva a devastação da floresta amazônica, o extermínio de povos originários, o armamentismo, a retirada de direitos e favorece a concentração da renda e da riqueza, é…

Continuar lendo

Espiritualidade em nossos tempos

Espiritualidade em nossos tempos
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

por Pedro A. Ribeiro de Oliveira. “Espiritualidade é a força interior, cultivada na oração ou na meditação, que nos mantém vivos”, diz Frei Betto em seu livro Fé e afeto (Vozes, 2019). Nesses tempos em que a força sufocante do capitalismo ameaça transferir nossa vida pessoal para o mundo virtual, precisamos respirar novos ares e oxigenar aquela força interior que…

Continuar lendo

Análise de conjuntura em tempos de guerra

Análise de conjuntura em tempos de guerra
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

por Pedro A. Ribeiro de Oliveira. Nota prévia O título talvez cause estranheza, por referir-se a “tempos de guerra”. O problema é que a guerra ganhou uma nova forma – guerra de 4ª geração, ou guerra híbrida – e ainda não sabemos como lidar com ela. Estamos em situação semelhante à dos povos originários que não sabiam como defender-se dos…

Continuar lendo

O Bem-viver e o próximo Encontro Nacional

O Bem-viver e o próximo Encontro Nacional
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

O 11º Encontro Nacional de Fé e Política – ENFP – com o tema “Democracia, Políticas Públicas e Alternativas Sociais: Sinais dos Tempos na Construção do Bem-Viver”, encontrará um cenário bem diferente dos encontros realizados entre os anos 2000 e 2016, que tiveram a função de abrir pistas para a “construção de uma sociedade socialista, democrática, plural e planetária” –…

Continuar lendo

Análise de Conjuntura: uma previsão para 2019

Análise de Conjuntura: uma previsão para 2019
Pedro A. Ribeiro de Oliveira - Membro da Coordenação Nacional - Juiz de Fora MG

por Pedro Ribeiro. Nota prévia Este texto atualiza a análise de conjuntura de dezembro, publicada em Analise de Conjuntura Novo Ensaio. Ela foi elaborada para o abertura do ano de 2019 do CEBI-ES. Nela trago uma visão estrutural dos acontecimentos porque assim se coloca em evidência a lógica do processo histórico em que esses acontecimentos estão inseridos. É claro que…

Continuar lendo
Fechar Menu