Em busca da funda de Davi

Em busca da funda de Davi
Maurício Abdalla é membro histórico, participa desde os primeiros anos de fundação do Movimento Nacional

Apresentação da Conjuntura de Maurício Abdalla A conjuntura atual nos desafia a pensar a realidade de modo inovador. Não basta trazer luz sobre os acontecimentos. Trata-se de assumir radicalmente o ponto de vista dos excluídos e excluídas do banquete do mercado e dali olhar o processo histórico. Assim, o passado torna-se fonte inspiradora para a construção do futuro. É o…

Continuar lendo

O argumento do cornudo e a reforma da previdência

O argumento do cornudo e a reforma da previdência
Maurício Abdalla é membro histórico, participa desde os primeiros anos de fundação do Movimento Nacional

Está lá no Dicionário de Filosofia de Nicola Abbagnano: "cornudo, argumento". Resume-se assim: Primeira Premissa: Tudo que não perdeste ainda o tens. Segunda premissa: Perdeste o chifre? Conclusão: Se sim, já o tiveste; se não, ainda o tens. por Maurício Abdalla. Ao propor esse curioso sofisma, Eubúlides de Mileto nos chama a atenção para o fato de que ao aceitarmos…

Continuar lendo

A situação brasileira em breves tópicos de fácil entendimento

A situação brasileira em breves tópicos de fácil entendimento
fonte: diplomatique.org.br

É preciso garantir que o Estado tenha dinheiro suficiente para pagamento dos juros. Isso poderia ser feito aumentando os impostos dos mais ricos. Mas, como fazer isso se são os mais ricos que controlam os Governos eleitos ou os empurrados goela abaixo sem votos? No mundo há pessoas muito ricas (donos e acionistas principais das grandes corporações transnacionais industriais ou…

Continuar lendo

Capitalismo e Política II: Limites da democracia

Capitalismo e Política II: Limites da democracia
Arte: Dhamer

O verdadeiro bastidor da política é a economia e não os corredores do Congresso Nacional, os jantares entre políticos, as relações entre representantes dos três poderes e entre estes e outras figuras da sociedade, as articulações e alianças partidárias, etc. Tudo isso serve bem como objeto para comentaristas de política das grandes empresas de mídia, que acabam fazendo uma espécie…

Continuar lendo

Capitalismo e Política (primeira parte): A corrupção

Capitalismo e Política (primeira parte): A corrupção
Arte: Claudius

Nas democracias burguesas a instituição da representação adquiriu um fim em si mesma. Ao invés de se escolher representantes para servirem como meio para o exercício do poder de toda a sociedade, a democracia se diluiu na escolha de representantes , não são os cidadãos que exercem a soberania, mas uma aristocracia com o nome de democracia. Nesse modelo de…

Continuar lendo

O “Pai-Nosso” e a conjuntura brasileira

O “Pai-Nosso” e a conjuntura brasileira
Maurício Abdalla é membro histórico, participa desde os primeiros anos de fundação do Movimento Nacional

Maurício Abdalla * No século I, na Palestina, o domínio romano extorquia os agricultores por meio de pesados impostos. Adicionalmente, na região camponesa da Galileia, o reinado perdulário de Herodes Antipas acrescentava outros tributos que sobrecarregavam ainda mais os que viviam da terra - que ainda tinham que pagar o imposto do Templo para os governantes judeus. Como os impostos…

Continuar lendo

13 pontos para embasar qualquer Análise de Conjuntura

13 pontos para embasar qualquer Análise de Conjuntura
Maurício Abdalla é membro histórico, participa desde os primeiros anos de fundação do Movimento Nacional

por Maurício Abdalla. 1. O foco do poder não está na política, mas na economia. Quem comanda a sociedade é o complexo financeiro-empresarial com dimensões globais e conformações específicas locais. 2. Os donos do poder não são os políticos. Estes são apenas instrumentos dos verdadeiros donos do poder. 3. O verdadeiro exercício do poder é invisível. O que vemos, na…

Continuar lendo
Fechar Menu