Repercussões do seminário de Fé e Política

Professor José Artigas, de João Pessoa, escreveu o texto que reproduzimos aqui como testemunho da importância daquele evento. O Movimento Nacional quer ser uma referência para todos os grupos ou escolas de Fé e Política, neste contexto de turbulências e incertezas:

Foi um grande privilégio participar do Seminário Nacional do Movimento Fé & Política, em Santa Tereza, no Rio de Janeiro, a começar pelo acolhimento carinhoso e atencioso dos anfitriões, que permitiram uma estadia agradável e uma condução impecável das atividades. A participação de representantes de diversos estados demonstrou a expressiva capilarização do movimento e a multiplicação das Escolas Fé & Política. O encontro foi marcado pelo caráter ecumênico e plural. Antes que suscitar divergências, a pluralidade fomentou convergências e unidade na diversidade, estimulando um rico debate sobre a conjuntura política e social atual, envolvendo a maior crise institucional do país e o avanço de plataformas conservadoras. Se, por um lado, houve um reconhecimento do recuo das políticas sociais e dos direitos humanos, por outro fortaleceu-se a esperança e o estímulo à luta pela justiça social, especialmente na conjuntura de mudanças que a gestão pontifícia do Papa Francisco vem promovendo à frente da Santa Sé, abrindo caminhos para a retomada da agenda social, do trabalho pastoral e profético, da crítica ao consumismo, à degradação do meio ambiente e ao liberalismo financista, temas centrais das mesas redondas.

As mesas foram fantásticas e instigaram os debates nos grupos de trabalho, que funcionaram perfeitamente, levantando questões, problematizando temas de interesse e propostas concretas para a ação pastoral e para a organização social, no sentido não apenas da defesa de uma Igreja católica aberta a outras religiões cristãs e não cristãs, mas também “a todos os homens de boa vontade”, e uma Igreja que assuma uma “escolha preferencial pelos pobres”.

Os relatos das formas de organização e formação das Escolas e do Movimento Fé & Política em diversas dioceses e estados do país contribuiu para a construção de diagnósticos nacionais sobre os desafios a serem enfrentados dentro e fora das Igrejas neste momento, que é de crise, mas também de renascimento de uma perspectiva de mudanças no campo religioso e nas práticas clericais e leigas.

Durante todo o Encontro lembrei dos ensinamentos de Dom Helder Câmara, que, nadando contra a corrente autoritária, espraiou por todo o mundo uma mensagem profética de esperança, de paz, solidariedade e justiça social, envolvendo temas e abordagens que foram a tônica dos debates entre os participantes. O local escolhido ajudou muito. Hospedados juntos, tivemos a grata oportunidade de nos conhecermos e nos aproximarmos mais, trocarmos mais experiências e ideias, aprendermos mais. Só tenho elogios e agradecimentos a fazer aos organizadores e aos participantes. Espero ter correspondido às expectativas do grupo, que promoveu debates de alto nível. Foi um fim de semana intenso e muito gratificante. Pela rica experiência do Seminário, não tenho dúvida de que o próximo Encontro Nacional, em Fortaleza, será um sucesso. Abraços fraternos a todos os que estiveram comigo, espero revê-los em breve.

Forte Abraço

Professor José Artigas

VEJA TAMBÉM
Espiritualidade Político Libertadora Retiro com Frei Betto Entre os dias 18 e 20 de agosto nas terras mineiras de Juiz de Fora, o Movimento Nacional de Fé e Política realizou um Re...
Movimento Nacional Fé e Política realiza Seminário... O Movimento Nacional de Fé e Política do Brasil se reuniu no final de semana (19 a 21 de maio) no Rio de Janeiro num Seminário no qual mais de 70 part...
Fórum Regional de Macaé RJ Aconteceu em 17/09/16 o 6º. Fórum Regional de Fé e Política de Macaé/RJ que já reuniu 200 pessoas. Nesse último encontro foram 30 participantes que a ...
Centenário do nascimento de Oscar Romero – M... Juan José tamayo (artigo publicado no jornal el país, 15 de agosto de 2017) Em 15 de agosto de 2017 comemora-se o centenário do nascimento de Os...