Espiritualidade Político Libertadora

Retiro com Frei Betto

Entre os dias 18 e 20 de agosto nas terras mineiras de Juiz de Fora, o Movimento Nacional de Fé e Política realizou um Retiro, com o tema: “Espiritualidade político-libertadora”. O momento foi conduzido pelo frade dominicano, escritor e fundador do Movimento Nacional de F&P, Frei Betto.

Os 50 participantes, lideranças de movimentos sociais, pastorais e CEBs, parlamentares e ex-parlamentares, detentores de mandatos públicos, vindos de diversas regiões do país puderam vivenciar momentos de profunda espiritualidade político-libertadora. O Retiro foi uma grande oportunidade de animar e organizar a esperança nos trabalhos de base.

A primeira noite foi marcada por uma apresentação dos participantes que puderam partilhar as experiências nos movimentos em que militam. Histórias de resistência e insistência em defesa da vida e da justiça evidenciaram a opção preferencial pelos pobres como afinidade na caminhada.

O sábado veio chegando e a oração da manhã, em que os participantes foram convidados a lavar as mãos em sinal de abandono do individualismo e ganância, marcas de uma sociedade capitalista, abriu os trabalhos do dia. Frei Betto disse da importância do contexto para compreender o texto e que “a proximidade com os pobres nos ajuda a entender o conteúdo da Bíblia”.

Pedro Ribeiro de Oliveira, integrante da Coordenação Nacional do Movimento Fé e Política, apresentou uma análise de conjuntura em três níveis onde destacou: a crise do capital, com a mudança de centro para a China e uma ameaça de terceira guerra mundial em capítulos; no Brasil, o golpe em andamento; e por fim, a devastação do planeta, da Casa Comum, como nos atenta o Papa Francisco na Laudato Si.

Para complementar a análise e trazer elementos das vivências dos presentes, Frei Betto propôs debater em grupos às seguintes perguntas: Onde acertamos? Onde erramos? Onde dependurar a esperança? Na plenária os grupos expuseram as discussões e apontamentos. Muitas inquietações foram apresentadas e em seguida, Frei Betto comentou e frisou que “ o caminho da esperança passa pelo trabalho de base, pelo empoderamento popular.”.

À tarde, de volta nos grupos, com o objetivo de trazer os desafios para a ação, foram lidas e debatidas as falas de Papa Francisco aos participantes do segundo e terceiro Encontro Mundial dos Movimentos Populares. Novamente na plenária, Frei Betto contribuiu com comentários e pontos importantes para a ação nas bases.  As reflexões se estenderam pela noite de sábado.

No último dia de retiro através de uma dinâmica os participantes conversaram entre si sobre o papel da Palavra de Deus para alimentar a esperança e a espiritualidade político-libertadora. Em seguida, os presentes celebraram o encontro e a esperança de construir um mundo novo, o Reino de justiça e paz aqui na terra, a partir do texto “As bem-aventuranças do poder” de Frei Betto. Ali, em meio à natureza revigorante e responsável por toda a vida na terra, Frei Betto conduziu a celebração de memória da ceia do Senhor, e referiu-se à vida como “um beijo que natureza nos dá”. Assim, motivados a reavivar a esperança nas diversas realidades, os participantes rumaram para suas casas, suas terras, com a certeza de que é preciso caminhar!

Bianca Barra – Jornalista

VEJA TAMBÉM
10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba 10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba O 10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba bombou, neste dia 3/9, em Ibiraçu/ES. F...
Movimento Fé e Política apresenta sua experiência ... foto: cnbb.net.br A Escola Social do Centro Bíblico e Teológico – Pastoral da América Latina (CEBITEPAL) do Conselho Episcopal Latino Americano ...
10º Encontro Estadual Fé e Política – ES A preparação do 10º Encontro Estadual Fé e Política, no Estado do Espírito Santo está bombando! O 10º capixaba será no dia 3 de Setembro,...