Cáritas Diocesana de Caicó (RN) realiza Seminário Estadual

“CONHECER PARA CONSTRUIR A SOCIEDADE DO BEM VIVER”

A Diocese de Caicó no seu desejo de estar próximo dos excluídos, através da Cáritas Diocesana realizou entre os dias 23 e 25 de novembro o II Seminário intitulado: CONHECER PARA CONSTRUIR SOCIEDADES DO BEM VIVER.

O seminário teve início dia 23 de novembro com o credenciamento dos participantes e jantar. A abertura oficial começou em frente ao Centro Pastoral Dom Wagner houve com Mística que resgatou a problemática do índio e negros de nosso país à luz do Cântico Oferenda do Pe. Zezinho. Já no Plenário, a organização acolheu os quase 200 participantes das várias pastorais sociais diocesanas.

Abrindo as assessorias, César Sanson, abordou o tema: POLÍTICA, CLAMORES DO POVO, A ESPERANÇA UTÓPICA. Num segundo momento Teresinha Toledo, da coordenação do Movimento Nacional Fé e Política, trouxe a questão do BEM VIVER, realidade vivida pelos povos originários da América Latina. Após foi aberto um diálogo entre os participantes e debatedores.

Um Auto, apresentado por algumas crianças e jovens que a Cáritas Diocesana acompanha nas periferias de Caicó, encerrou a primeira noite de atividades.

O dia 24 de novembro começou com um belo momento de espiritualidade, onde colocou-se como central a Palavra da Escritura que trata das Bem Aventuranças (Cf. Mt 5, 1-11). A seguir foram apresentadas as propostas para a vivência das Oficinas: Ciranda da Terra e dos Imigrantes, das Mulheres, das Juventudes, do Bem Viver e da Fé e Política. Os resultados das mesmas foram socializados no final do dia, sobressaindo pela apresentação às cirandas dos jovens e das mulheres.

A tarde foi a vez de Telma Gurgel e Ivo Poletto falarem de POLÍTICAS PÚBLICAS. Telma resgatou alguns conceitos básicos, falando de memória social e práxis social. Ivo iniciou seu discurso falando da contradição que envolve a brasilidade, pois as lideranças têm medo do povo e por isto fazem o possível para controlar o processo democrático. Após a fala dos assessores, foi aberto espaço para questionamentos dos presentes. O dia foi encerrado com participação ativa na NOITE CULTURAL.

No último dia de encontro, domingo, a Igreja celebrava CRISTO, REI UNIVERSAL e a Igreja no Brasil o encerramento do ANO DO LEIGO. Para celebrar tudo isto e encerrar o Seminário, todos os participantes foram transportados para o Santuário de Nossa Senhora do Rosário em Caicó, onde se celebrou a Missa com a presença do Bispo Diocesano, a assembléia de sempre e os participantes do Seminário. O Bispo em sua homilia ressaltou a experiência do Leigo na Igreja e finalmente retomou a poesia em música “O Rei” de Edson Conceição, mesmo autor de “Não deixe o samba morrer”, questionando, assim, as lutas dos trabalhadores brasileiros e suas frustrações diárias. Dado a palavra no final da celebração o Assessor Ivo fez uma síntese sobre a figura de Jesus diante do Juiz Pilatos e sua perspectiva de Rei e Reino, com novas características e empenho.

De volta ao Centro Pastoral Dom Wagner, foi feito um debate entre o Bispo diocesano e o Professor José Francisco das Chagas, mais conhecido, Prof. Déda, sobre a POSSIBILIDADE DE UMA TEOLOGIA POPULAR, e Pe. Neto intermediou o debate.

Dom Antonio iniciou resgatando um trabalho recente de José Maria Castilho onde afirma que Teologia se faz do lugar em que estamos, entretanto o referencial é sempre o fato Jesus de Nazaré. Nesta perspectiva cada tempo tem novos modos de compreensão. O professor Déda começou falando de sua experiência de formação no Seminário. Frisou que as Escolas Bíblicas devem ser estimuladas e incentivadas, pois a Teologia nasce na comunidade de Fé, respalda na experiência da História da Salvação.

Ao final foram retomados os encaminhamentos e algumas propostas da Assembléia. Para encerrar, um AUTO, novamente vivido pelas crianças e jovens assistidas pela Cáritas Diocesana, em que um pinguinho de tinta caído no papel pode transformar-se numa grande perspectiva de futuro, experiência ou experiências de Bem Viver, como lembra Aquarela de Toquinho.

Notícia a partir do relatório de Pe. Manoel Pedro Neto
Presidente da Cáritas Diocesana de Caicó

Cartaz do II Seminário Estadual Conhecer para Construir Sociedade de Bem Viver
Cartaz do II Seminário Estadual Conhecer para Construir Sociedades de Bem Viver

 

VEJA TAMBÉM
O Movimento Nacional Fé e Política é objeto de dis... O Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da PUC-Minas aprovou a dissertação de Geraldo Agostinho Teixeira, que trata a história, concepções...
10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba 10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba O 10º Encontro Estadual Fé e Política capixaba bombou, neste dia 3/9, em Ibiraçu/ES. F...
Bem-Viver é tema de Seminário de Fé e Política em ...   por Névio Fiorin. O Movimento Nacional Fé e Política realizou nos dias 4, 5 e 6 de maio em Fortaleza um Seminário sobre “Políticas Pú...
A caminho do 11° Encontro Nacional Fé e Política... Natal acolherá o encontro nos dias 12 a 14 de julho de 2019 Durante o Seminário Nacional de Fé e Política realizado em Fortaleza (CE) a equipe ...