Encontros

encontro1O 1º Encontro Nacional, nos dias 02 e 03 de dezembro de 2000, em Santo André-SP, com o Tema: “Mística da Militância” reuniu cerca de três mil pessoas de 22 estados do País. Foi um momento mágico de celebração, balanço da caminhada e, sob retudo, um estímulo à continuidade, pois a coordenação pensava em reunir umas 400 pessoas, mas a resposta ao convite superou qualquer expectativa. Com bem diz a carta de Santo André: “Os testemunhos, as pistas abertas e os valores aqui reafirmados nos dão razão para continuarmos firmes na luta”. Para animar a reflexão tivemos os emocionantes testemunhos de vida, da fé e da militância política que nos ajudam a refletir sobre nossa atuação na caminhada do movimento. Como primeira experiência os desafios foram muitos e só foram superados porque a coordenação pode contar com o apoio da Diocese, da prefeitura, sindicatos, várias entidades locais e nacionais bem como da mobilização das pastorais sociais, Cebs , movimentos sociais e das famílias que acolheram os participantes em suas casas. Vale destacar que cada participante contribuiu com uma taxa de inscrição. A metodologia construída nesse encontro tornou-se referencia e foi sendo aprimorada nos encontros posteriores.

encontro2O 2º Encontro Nacional – “Razões de nossa esperança”, aconteceu nos dias 16 e 17 de março de 2002, em Poços de Caldas-MG, reunindo 4 mil pessoas vindas de 17 estados do Brasil, para partilhar, refletir e celebrar. Nas três plenárias, os assessores desenvolveram os sub temas: “Esperança: Um projeto de poder alternativo”; “Esperança: Ética na política” e “Esperança: Mística na política”. Toda reflexão foi enriquecida com os depoimentos de vida e militância, reforçando nosso compromisso com as causas sociais. Nos momentos de mística e celebração reafirmamos o desejo coletivo de sermos agentes de esperanças, comprometidos na defesa da vida.

encontro2O 3º Encontro Nacional, nos dias 20 e 21 de setembro de 2003, aconteceu em Goiânia-GO, com o Tema: “conquista a terra prometida”. Contamos com a presença de mais de 6 mil pessoas, dos 21 estados brasileiro. Como os outros, este encontro foi construído através de um grande mutirão, com uma dinâmica participativa e envolvente. Teve mais de 400 pessoas nas equipes de trabalho, além das famílias e comunidades que acolheram a todos. A partir do tema geral, foram abordados três blocos: “Caminhar com pés na terra”; “Salvar a vida na terra” e “Novo céu e nova terra”. Militantes deram sua contribuição através de conferencia e depoimentos da caminhada rumo à construção de uma nova sociedade. Os organizadores de modo geral diziam: “foi um grande aprendizado, foi uma escola de fé e vida”. Na linguagem goiana, podemos dizer: “foi bom demais da conta!”. Um destaque também aos momentos celebrativos e a confraternização na convivência dos dois dias.

encontro2O 4º Encontro Nacional teve como Tema: “Utopias da fé e realidade da política”,realizado nos dias 04 e 05 de Dezembro de 2004, em Londrina-PR, em que reuniu mais de 5 mil pessoas vindas de todo canto do país. Participou também do encontro o Movimento Evangélico Progressista (MEP), associação constituída por evangélico/as de várias Igrejas, comprometidos com mudanças sociais e com a transformação da realidade política do país. A cidade de Londrina acolheu a todos, na semana em que completava seus 70 anos. Foram dois dias de leitura da realidade, reflexão, mística, partilha e uma calorosa acolhida das comunidades. Realizamos o grande desafio de inaugurar uma nova metodologia mais participativa, exigida pelos participantes dos encontros anteriores. Além da Plenária geral, abordando o tema central foram realizadas 14 plenárias temáticas que aconteceram nas diferentes comunidades, oportunizando o conhecimento da realidade local e a discutirem com maior profundidade o tema escolhido no ato da inscrição. Com a participação das equipes de trabalho e cerca de mil famílias que se dispuseram a receber os participantes em suas casas, trouxe um novo ânimo para a cidade e para os militantes movidos pela profunda esperança que a Utopia da Fé nos traz.

encontro2O 5º Encontro Nacional, aconteceu em Vitória-ES, nos dias 11 e 12 de março de 2006, animados e animadas com o Tema: “Profetismo no Exercício do Poder”. Mas de 4 mil pessoas estiveram presentes trazendo suas experiências e expectativas para este encontro. Visando o debate entre os participantes e troca de experiências, ocorreram simultaneamente na tarde de sábado 20 plenárias temáticas. O texto da apresentação do livro, que registra o encontro, traduz de maneira simples e poética o que significou o encontro: Alegria! Mutirão! Beleza! Compromisso! Eis algumas das tantas palavras fortes que mais podem expressar que foi o 5º Encontro Nacional de Fé e Política que aconteceu nas terras abençoadas do Espírito Santo… terras do congo, da moqueca….Banhadas de luta resistência e caminhada. Esses dias ficarão gravados em nossa memória com ardor do coração. E esse resultado tão marcante só foi possível graças a solidariedade de tantos e tantas que não mediram esforços pra ver o encontro acontecer. Paróquias diversas… Tantas comunidades… Gente que se quer se conheciam…Equipes de Serviço… Ecumenismo… Reuniões e mais reuniões… Discussões… Teimosia… Compromisso… Valeu! Celebramos! Cada etapa… Cada pedra carregada… Cada lar que acolhia aquele/aquela que vinha de longe… Momentos VIVOS abençoados por Deus!

encontro2O 6º Encontro Nacional, teve como Tema: “Pelos Caminhos da América Latina, uma Nova Terra ”, nos dias 10 e 11 de novembro de 2007, nova Iguaçu-RJ. Com a participação de 4.500 pessoas que vieram de vários Estados do País. A Baixada Fluminense acolheu o sexto inspirada na integração latino-americana frente aos desafios do planeta. A rica troca de experiências ficou registrada no cesto de vime entrelaçado, cheios de frutos saborosos, que só a mística sabe reunir. Frutos de nozes enraizadas em milhares de bairros dispersos pelos estados do nosso Brasil, onde grupos plantaram, cultivaram, colheram e depositaram na Baixada Fluminense em oito municípios: Nova Iguaçu, Mesquita, Paracambi, Queimados, Belford Roxo, Japeri, Nilópoilis e São João de Meriti. O sexto soube distribuir grandeza, beleza, hospitalidade nas 27 plenárias temáticas e nas famílias. Reafirmamos a certeza de que com uma nova mística, um novo mundo é possível! Uma cidadania, um novo céu e uma nova terra podemos construir. “Venham todos/as para o sexto, tragam tudo para o sexto para depois distribuir…”

encontro2O 7º Encontro Nacional, CUIDAR DA VIDA: ESPIRITUALIDADE, ECOLOGIA E ECONOMIA. Foi com esse tema que 3600 pessoas animaram o 7º Encontro Nacional, em Ipatinga-MG, nos dias 28 e 29 de novembro de 2009. Foi um momento de muita alegria e mística, com um belíssimo acolhimento das famílias e muita dedicação das equipes de serviços que fizeram o melhor para que todos/as ficassem bem. A tarde do sábado contou com 20 plenárias que abordaram diversos sub-temas. Na ocasião, a Pastoral de Juventude lançou a Campanha Nacional, com o lema: “Chega de Violência e Extermínio de Jovens!”. Com um gesto de preservação do meio ambiente, no final do sábado, realizou-se o plantio de mudas próximo ao Centro Esportivo e Cultural 7 de Outubro, local onde se realizaram as plenárias gerais. Os dois dias foram muito marcantes pela equipe de mística que ajudou-nos nos momentos orantes e na escuta da boa nova. Por toda dedicação e doação na construção do 7º encontro, nossos agradecimentos pelo excelente trabalho! Valeu Ipatinga! Uai!

encontro2O 8º Encontro Nacional, “Em Busca da Sociedade do Bem-Viver: Sabedoria, Protagonismo e Política”, reuniu que 3800 pessoas do Brasil, com duas representações de Cuba, animaram esse belo encontro em Embu das Artes-SP, nos dias 29 e 30 de outubro de 2011. Vários foram os destaques: as Equipes de Trabalho, as Místicas e Celebrações, a Tenda e Caminhada dos Mártires, Imprensa, Shows e Apresentação de Grupos Culturais, enfim, todo empenho e acolhimento das comissões organizativas. Ponto importante ainda foi a grande tenda da alimentação, preparada no espaço próximo ao Caipirão (local do encontro) e as Tendas das Plenárias Temáticas, toda estrutura montada pensando numa melhor acessibilidade a todos/as. O Tema teve um papel fundamental para as discussões dos dois dias, fazendo com que os/as participantes estivessem ligados inteiramente aos debates em todos os momentos. O encontro trouxe um novo vigor ao Movimento Fé e Política, fortalecendo o sentido do nosso compromisso e vivência da fé. Agradecemos a todos/as que com suas enriquecedoras experiências as partilharam em vários gestos, que se constituíram em fator decisivo para o êxito deste evento com amplo debate em torno da Sociedade do Bem-Viver. Do bem-te-vi o bem querer do beija-flor, o bem viver!

encontro2O 9º Encontro Nacional, aconteceu em Taguatinga Sul (DF), no Campus Católica de Brasília, de 15 a 17 de novembro de 2013. O tema deu continuidade às reflexões do 8° Encontro: “Cultura do Bem Viver: Partilha e Poder”. Antes da abertura oficial no dia 15, um ato lançou o Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema político brasileiro. O espaço proporcionou 3 palestras centrais e 26 Fóruns Temáticos. Foi um diferencial significativo o encontro acontecer na Universidade e envolver atores que nunca participar am. Destacou-se também a participação de um grande número de pessoas que vieram nos encontros anteriores. O espaço e a organização favoreceram a animação, o rendimento e a exposição das mais variadas barracas com produtos de economia solidária, artesanatos, livros, etc. O tema permeou e foi aprofundado nos fóruns, nas místicas inovadoras e nas celebrações. As famílias da região abriram as portas de suas casas para acolher de forma solidária os participantes e juntos alimentarem o sonho por uma sociedade do Bem Viver. A comissão organizadora num clima de muita gentileza cuidou com muito carinho de toda infraestrutura, inclusive da alimentação feita no local foi fornecida por um grupo de Economia Solidária. A celebração de envio, cheia de simbolismo, encerrou com uma dança circular que envolveu a todos num momento mágico, seguido de uma animada caminhada para o plantio de nove mudas de Ipê representando os encontros anteriores e sinalizando o reparo ambiental que encontro causou. Aproximadamente 3000 participantes que partilharam suas experiências também receberem sementes do serrado, no compromisso de multiplicar as sementes e os saberes em suas comunidades. Nossa gratidão a todos e todas que construíram, coletivamente, num grande mutirão essa história.

O 10º Encontro Nacional. Nos dias 22 a 24 de abril encontraram-se na Universidade Federal de Campina Grande (PB) mais de 800 pessoas para a grande troca de saberes e experiências em torno ao tema Bem-viver: águas da solidariedade, sementes de esperança. Acolhidos pela Diocese de Campina Grande, que indicou para coordenador do evento o Professor e Diácono Antônio Lisboa e facilitou a captação de recursos pela Cáritas Diocesana, os e as participantes realizaram intenso programa de formação em plenário e em grupos de trabalho e dedicaram tempo especial às celebrações ecumênicas de sua Fé no Reino prometido por Jesus Cristo, o libertador. Os e as participantes vieram de todas as regiões do Brasil. Eram pessoas das mais diferentes condições sociais: trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, estudantes, professores, jovens e velhos, de diferentes confissões cristãs e mesmo de outras tradições religiosas, mas tendo em comum o mesmo espírito militante. Diante da preocupante conjuntura brasileira, onde as principais conquistas democráticas desde 1988 estão ameaçadas, o 10º Encontro foi um momento importante de reencontros, celebrações e aprofundamento da formação.